terça-feira, 6 de julho de 2010

Chocolate pode ser usado como remédio

O chocolate é o deleite endorfínico e o terror celulítico da mulherada. 


Mas não é só neste paradoxo a que seu consumo se restringe. O chocolate pode também ter funções terapêuticas, pondo abaixo a máxima de que remédio é ruim.

Primeiramente, descobriu-se sua função positiva no tratamento do asma, e a novidade que vem agora é da Alemanha. Descobriu-se através de um sério estudo que o chocolate é útil no combate à hipertensão arterial e na prevenção de doenças isquêmicas decorrentes dela.
A quantidade utilizada pelos pacientes que se submeteram à pesquisa foi de 5,6 gramas por dia, o que não alterou o nível de açúcar no sangue e de glicerol.
Tudo consumido em baixas porções só vem para o bem, o chocolate é prova disso. Consumindo um pouco a cada dia, o corpo, interna e externamente agradece e o seu humor também.


Chocolate &Tosse
O melhor remédio contra a tosse


Descubra qual é e... surpreenda-se! E não vale a pena começar já a tossir...
De acordo com um trabalho efectuado por especialistas londrinos, um composto do cacau, a teobromina, pode ser mais eficaz para prevenir a tosse do que os antitússicos convencionais, como a codeína. E, por ser natural, evita os efeitos secundários dos tratamentos farmacológicos.
Os autores deste estudo descobriram que esta substância, presente também no chá e na erva-mate, pode ser útil para tratar a tosse, tanto crónica como aguda, já que inibe o nervo indutor da tosse, chamado vago.
Por seu lado, a Associação Espanhola de Fabricantes de Chocolate e Derivados de Cacau, frisa que a ingestão de 30 g de chocolate é recomendável como parte integrante de uma alimentação equilibrada, com múltiplos benefícios para a saúde: previne doenças cardiovasculares, graças aos seus antioxidantes, reduz a hipertensão, favorece a irrigação sanguínea do cérebro e estimula a produção de serotonina (neurotransmissor com especial efeito no humor e na ansiedade).


Chocolate é bom para tosse?


Imagine que você está com uma tremenda tosse. O que pode fazer?

Geralmente, neste caso, ou você espera a tosse passar, ou vai ao médico e ele receita um xarope apropriado.
Mas dá para imaginar que neste caso você pode comer um chocolate para melhorar? Pois foi encontrada uma substância no chocolate que é boa para tosse.
O chocolate já é conhecido há muito tempo como um alimento tentador. Além disso, também provoca boas sensações de prazer, não só pelo seu aroma delicioso, mas também pela presença de substâncias que ajudam a provocar estas sensações no cérebro.

Mas, recentemente, foi descoberto também que o chocolate continha substâncias que ajudam a melhorara a tosse.

Normalmente, os remédios utilizados para este sintoma são feitos à base de codeína, um opióide derivado da morfina, cuja estrutura está ilustrada na figura ao lado. No entanto, uma outra substância – a teobromina – encontrada no chocolate, pode ser utilizada para frear ataques persistentes de tosse. Assim, a partir deste composto, os pesquisadores também podem procurar outros que seriam ainda melhores no combate à tosse. Os cientistas que pesquisam o assunto acreditam que este composto seja ainda mais eficiente que a codeína. Além disso, causaria menos efeitos colaterais.

Para realizar esta pesquisa, dez voluntários tomaram um placebo, a teobromina e a codeína. A seguir, tomaram capsaicina uma substância que induz à tosse. Os cientistas verificaram que as pessoas que ingeriram a substância presente no chocolate precisavam receber uma dose maior de capsaicina para terem ataques de tosse.

Eles acreditam que a teobromina (que como podemos observar possui as funções amina e amida) iniba a atividade do nervo vago, que está localizado no cérebro. Este nervo é, por sua vez, o responsável pelo ataque de tosse.

A tosse afeta a todos nós em algum momento da nossa vida. Ela é incômoda e pode ser aliviada através de medicamentos como os já mencionados, mas ainda não existe um tratamento efetivo para ela. Muitas vezes, a tosse persistente não é muito prejudicial, mas é sempre chato ficar tossindo sem parar.

Mas se ficar comprovado que o chocolate ajuda nesses casos, tem gente que é capaz de fingir estar com tosse, só para tomar esse “remédio”…


Chocolate ajuda a parar a tosse, diz estudo


Chocolate ajuda a combater ataques de tosse


Ingrediente do chocolate pode interromper a tosse persistente.





Chocolate pode ser bom remédio para doentes hepáticos, diz estudo
Alimento combateu aumento da pressão arterial no abdomen.
Experiência mostra, porém, que apenas o chocolate amargo tem esse efeito.

Chocolate amargoO chocolate amargo, rico em cacau, poderá no futuro ser prescrito às pessoas com cirrose hepática, seguindo a mais recente pesquisa para demonstrar os possíveis benefícios do chocolate à saúde.
Pesquisadores espanhóis disseram nesta quinta-feira (15) que comer chocolate amargo combateu o habitual aumento da pressão arterial no abdome, capaz de atingir níveis perigosos em pacientes com cirrose e, em diversos casos, levar ao rompimento de vasos sanguíneos.


Estudo feito com 21 pacientes mostrou que quem comeu chocolate amargo com 85% de cacau apresentou menos pressão arterial no fígado em relação aos que comeram chocolate branco. (Foto: John Loo/Flickr - Creative Commons by 2.0)

Acredita-se que os antioxidantes chamados flavonóis encontrados no cacau sejam o motivo pelo qual o chocolate é bom para a pressão arterial porque essas substâncias químicas ajudam a relaxar e a aumentar as células do músculo liso dos vasos sanguíneos.
Um estudo com 21 pacientes com doença hepática terminal verificou que os que recebiam uma refeição contendo chocolate amargo com 85 por cento de cacau apresentavam marcadamente menor pressão arterial no fígado –- a chamada hipertensão portal -- em relação aos os que recebiam chocolate branco.
"Esse estudo mostra uma associação clara entre comer chocolate amargo e hipertensão portal (menor) e demonstra a importância potencial de melhorias no controle de pacientes cirróticos", disse Mark Thursz, professor de hepatologia no Imperial College, de Londres.
Os resultados foram apresentados no encontro anual da Associação Europeia para o Estudo do Fígado em Viena e seguem-se a uma série de estudos científicos sugerindo que o chocolate amargo também promove a saúde do coração.
Cirrose é a cicatrização do fígado resultante de uma lesão no longo prazo. Ela é causada por diversos fatores, incluindo hepatite e abuso de álcool.


Estudo indica que chocolate pode ser remédio contra cirrose

O chocolate amargo, rico em cacau, poderá no futuro ser prescrito às pessoas com cirrose hepática, seguindo a mais recente pesquisa para demonstrar os possíveis benefícios do chocolate à saúde. Pesquisadores espanhóis disseram na quinta-feira que comer chocolate amargo combateu o habitual aumento da pressão arterial no abdome, capaz de atingir níveis perigosos em pacientes com cirrose e, em diversos casos, levar ao rompimento de vasos sanguíneos.
Acredita-se que antioxidantes encontrados no cacau sejam o motivo pelo qual o chocolate é bom para a pressão arterial porque essas substâncias químicas ajudam a relaxar e a aumentar as células do músculo liso dos vasos sanguíneos.

Um estudo com 21 pacientes com doença hepática terminal verificou que os que recebiam uma refeição contendo chocolate amargo com 85% de cacau apresentavam marcadamente menor pressão arterial no fígado - a chamada hipertensão portal - em relação aos os que recebiam chocolate branco.
"Esse estudo mostra uma associação clara entre comer chocolate amargo e hipertensão portal (menor) e demonstra a importância potencial de melhorias no controle de pacientes cirróticos", disse Mark Thursz, professor de hepatologia no Imperial College, de Londres.

Os resultados foram apresentados no encontro anual da Associação Europeia para o Estudo do Fígado em Viena e seguem-se a uma série de estudos científicos sugerindo que o chocolate amargo também promove a saúde do coração.
Cirrose é a cicatrização do fígado resultante de uma lesão no longo prazo. Ela é causada por diversos fatores, incluindo hepatite e abuso de álcool.


Chocolate reduz doenças cardíacas em um terço



O chocolate faz bem ao coração, reduzindo em mais de 30 por cento o risco de doenças cardiovasculares. Foi esta uma das conclusões apresentadas no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, que está a decorer em Paris. O estudo foi também publicado no British Medical Journal.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Cambridge descobriu que os produtos feitos à base de cacau podem contribuir para uma redução na ordem dos 37% das doenças cardiovasculares.

Também ao nível dos acidentes vasculares cerebrais se verifica que os pacientes que comem mais chocolate sofrem menos 29% de enfartes em comparação com os restantes.

À frente do estudo esteve Oscar Franco, do Reino Unido. O estudo baseou-se na análise de 100 mil pacientes, com e sem doenças cardíacas, comparando aqueles que comiam mais e menos chocolate.

Já não é a primeira vez que se comprovam os benefícios do cacau para problemas associados à pressão arterial e ao fluxo sanguíneo. No entanto, segundo explica a AFP, aquilo que se sabia era ainda muito vago.

Este estudo vem agora comprovar que, de facto, o cacau possui propriedades capazes de reduzir em um terço o risco de doenças cardíacas.

No entanto, os investigadores observam que nem todo o chocolate é benéfico. "O chocolate disponível no mercado é muito calórico e comer demais pode levar a um aumento de peso, ao risco de diabetes e de doenças cardíacas", alertam.



Clique AQUI para aceder ao estudo publicado no British Medical Journal.

Sem comentários: