domingo, 30 de novembro de 2014

Óleos e Protecção Solar


Óleos com propriedades que protegem de raios UV:

Óleo de semente de cenoura: SPF 38-402.
Óleo de semente de framboesa: SPF 28-503. 
Óleo de gérmen de trigo: SPF 204. 
Óleo de abacate: SPF 4-155. 
Óleo de coco: SPF 2-86.
Óleo de Macadamia: SPF 68. 
Óleo de Amêndoas: SPF 59. 
Manteiga de Karité: SPF 3-610. 
Óleo de Jojoba: SPF 4
Azeite: SPF 2-87.


 Certifique-se de testar estes óleos em sua pele antes de usá-los para se certificar de que você não tem reações adversas. Teste os óleos ao longo de vários dias para garantir que não haja reações adversas.

Protetor solar Natural
7 coisas surpreendentes que você provavelmente não sabe sobre a exposição à luz solar e os protetores solares
Os bebés precisam de usar protector solar?!



Óleo de coco
Este é um alimento com diversas possibilidades de aplicação. Você pode usá-lo para fazer limpeza de pele, desobstruir os poros e diminuir as acnes. Pode aplicar nos cabelos e remover maquiagem, inclusive na área dos olhos. Óleo de coco é melhor para pele oleosa, pois é rico em ácido láurico e tem componentes antibacterianos e antimicrobianos. No entanto, o uso excessivo na pele normal pode secar o rosto e corpo.
O óleo de coco possui SPF de 10, ou seja, seu fator de proteção contra os raios solares é de 10. Pode até parecer baixo, mas não é! Estudos revelaram que um protetor solar com SPF 15 pode bloquear até 93% dos raios UVB. Já os protetores com SPF 30 bloqueiam cerca de 97%, e um com SPF 50 bloqueia 98%. Além disso, o óleo de coco não bloqueia por completo os raios UVB, que são necessários para a síntese de vitamina D que, por sua vez, é essencial para a fixação do cálcio nos nossos ossos.
De acordo com Bruce Fife, ND, autor de “Coconut Cures: Preventing and Treating Common Health Problems with Coconut Oil”, o óleo de coco aplicado na pele protege contra queimaduras solares, protegendo a pele e os tecidos subjacentes contra os danos que a exposição excessiva ao sol pode causar. Em vez de queimaduras e pele vermelha, produz um bronzeado suave, dependendo da quantidade de tempo que exposição ao sol. Contudo, Bruce Fife alerta para os riscos da utilização de óleo de coco hidrolisado ou processado. Devemos certificar-nos que o óleo de coco é puro e não processado.
Outra vantagem de utilizarmos o óleo de coco no lugar dos protetores convencionais é que o óleo de coco é livre de substâncias tóxicas e, ainda, hidrata a nossa pele!


Para que serve cada óleo?

Óleo de rícino:
excelente para hidratar e humedecer a pele. Possui acção antioxidante, combatendo o envelhecimento.
Óleo de argão: fornece vitaminas para a pele deixando-a mais saudável, principalmente para quem tem problemas com acnes. O óleo é antioxidante, o que o torna um excelente combatente ao envelhecimento.
Óleo de uva: ajuda a controlar a produção natural de óleo, combatendo a oleosidade natural da pele. Além disso combate o envelhecimento e fornece vitaminas.
Óleo de camomila: é ideal para acalmar a pele, aliviando irritações e vermelhidão. Tem acção anti-inflamatória, sendo bom para quem tem pele sensível.
Óleo de coco: hidratante natural que oferece nutrição e saúde para a pele.
Óleo de amêndoas: é bom para tratar peles muito secas.
Óleo de lavanda: ideal para quem busca o clareamento da pele. Possui acção reparadora e hidratante.
Óleo de girassol: tem alto poder de hidratação da pele e de manutenção da barreira cutânea. Para peles mistas.
Óleo de abacate: benéfico para a pele seca e pode até mesmo ser usado para ajudar a tratar o eczema.
Azeite: excelente hidratante até mesmo para os cabelos. O azeite também pode ser usado para remover maquiagem e limpar a pele.

Propriedades dos óleos vegetais e essenciais e suas utilizações na saúde, beleza e proteção da pele

Propriedades dos óleos essenciais

Sem comentários: