sexta-feira, 21 de março de 2014

Conheça alimentos de origem vegetal que são ricos em proteína

Optar por uma dieta vegetariana já não é dor de cabeça há algum tempo. Foi-se o tempo em que muita gente acreditava que a vida sem carne não é saudável. Com o consumo correto de diversos alimentos de origem vegetal, é possível e fácil substituir as proteínas da carne.


A nutricionista Alessandra Luglio, consultora da Hero Nutritionals, conta também que já existem suplementos de proteína totalmente naturais. “Encontramos disponível no Brasil e muito comumente nos Estados Unidos, suplementos proteicos de fontes vegetais que são muito versáteis e práticos”, conta. Por isso, se você sempre quis optar por uma dieta vegetariana, a hora é essa!


Montagem do prato


A primeira dificuldade na hora de substituir as carnes por vegetais está na montagem do prato. Para quem come carne, um bife já é fonte suficiente de proteína, por exemplo. No caso dos vegetarianos, é preciso um pouco mais de cuidado, segundo Alessandra. “No prato vegetariano a proteína normalmente não virá isolada e sim junto, principalmente, de carboidratos”, explica.


Exemplos de pratos vegetarianos


Prato 1: 1 xícara de chá de quinua cozida + 1 xícara de chá de grão de bico cozido + 1 xícara de chá de brócolis cozido = 25g de proteína no total do prato. Quantidade equivalente à 100g de peito de frango.


Prato 2: 1 xícara de chá de arroz integral + 1 xícara de chá de lentilhas + 1 xícara de chá de espinafre cozido = 28g de proteína. Quantidade equivalente à 110g de carne moída.


Déficit de aminoácidos

A segunda grande dificuldade na hora de seguir uma dieta vegetariana é entender os tipos de aminoácidos existentes nos diferentes tipos de proteína. De maneira geral, existem 20 tipos de aminoácidos. Nas carnes, eles estão presentes em sua totalidade. Já os vegetais, normalmente, não possuem todos os aminoácidos.


Para resolver esse problema, é preciso combinar os alimentos para chegar a uma refeição rica em aminoácidos. “Uma ótima dica é combinar algum cereal, a quinua, a aveia com uma leguminosa”, explica Alessadra.


Mas nessa regra também há exceções. Segundo Alessandra, tanto a quinua quanto o amaranto são ricos em proteínas e possuem os 20 tipos de aminoácidos em sua composição.


Tabela quantitativa de proteínas em vegetais


Leguminosas:


(1 xícara de chá de grãos crus)

Soja – 28 gramas de proteína

Soja verde (edamame) - 4.5 gramas de proteína

Lentilha - 18 gramas de proteína

Feijão – 5 gramas de proteína

Grão de bico - 14.5 gramas de proteína


Cereais: 


(1 xícara de chá de grãos crus) 

Quinua - 9 gramas de proteína

Amaranto -8.5 gramas de proteína

Aveia em flocos – 6 gramas de proteína


Derivados da soja:


(1 xícara de chá de grãos crus)


Tofu (1 xícara de chá) – 9 gramas de proteína

Leite de soja (1 xícara de chá) – 8.5 gramas de proteína

Proteína de soja texturizada  100g – 57,3  gramas de proteína


Castanhas e sementes:


Por 100g de alimento 

Gergelim – 21.2 gramas de proteína

Amêndoas – 18.6 gramas de proteína

Castanha de caju – 18.5 gramas de proteína

Chia – 15.6 gramas de proteína

Linhaça – 14.1 gramas de proteína


Vegetais e frutas:


(1 xícara de chá de alimento) 

Brócolis – 5 gramas de proteína

Espinafre - 5 gramas de proteína

Couve – 5 gramas de proteína

Ervilhas frescas cozidas -9 gramas de proteína

Batata doce cozida - 5 gramas de proteína









Imagem vaga sobre proteínas de verduras e folhas
 confunde VEG(etari)ANOS

1 comentário:

Bruno Marugan disse...

Soja é o melhor de todos! Eu comecei tomar Ades suco e tudo melhorou na minha saúde. Recomendo!

http://www.dietaesaude.com.br/dietas/alimentos/111098-suco-de-soja-sabor-abacaxi-ades